:: Babe – o porquinho perfumado e o humano atrapalhado

Pra quem ainda tem dúvidas de que o ser humano perdeu definitivamente o rumo, seguindo cegamente com seu “ser” cada vez mais desvirtuado do “humano”, olha isso:

Descobri ontem, por intermédio de uma amiga, que a nova moda no mundo dos pets e animais domésticos é criar porcos. Isso mesmo. 

Inventaram um nome simpático – mini pig, micro porco e por aí vai – e adornaram os simpáticos porquinhos com perfume, colares, roupinhas e outras coisas mais. Vi diversas fotos que provam o amor desta sublime relação: abraços, beijos, sorrisos… que relação linda! Babe – o porquinho perfumado num universo de humanos atrapalhados é o mais novo candidato a desbancar o conhecido cãozinho do prêmio Nobel de “melhor amigo do homem”.

Parece mesmo um caminho sem volta: no rumo do ser sem o humano, a saída é tratar animais como humanos e humanos como animais. Uma troca feliz. Afinal, é bem mais fácil, mais cômodo e bem menos desgastante chamar de melhor amigo um ser que não fala, que não tem autonomia, que não contraria suas opiniões com veemência e, se o fizer, você coloca nele uma coleira e está tudo certo.

Nada contra quem ama animais e até conversa com eles (!). Tenho muitos amigos que possuem pets. Sou contra, isso sim, essa idolatria religiosa de animais, capaz de levar o próprio homem à animalização do humano.

Já ouvi gente dizendo que não ajuda seres humanos largados como bichos nos grandes centros urbanos (leia-se: “mendigos”) porque eles fedem, transmitem doenças e são maltrapilhos. Que ironia: tiraram o porco do chiqueiro e colocaram lá o humano. Fico me perguntando o que levou o ser humano a optar por salvar o porco e condenar humanos fedorentos, doentes e maltrapilhos ao chiqueiro eterno, destinados ao abate que a vida – mais dia, menos dia – se encarregará de promover.

E assim caminha a humanidade… cada vez mais bestial, amando o bicho como a si mesmo e o próximo como a um animal.

// Por Fernando Khoury

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s